terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Tristeza e Alegria Eni Vasconcelos

Há dias de tristeza e também de alegria;
Enquanto vivo vou fazendo poesia.

Por Eni vasconcelos dia 31-12-2013

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Simples ( Eni Vasconcelos dia 27-12-2013)

Fico aqui pensando, as pessoas ficam discutindo tantas bobagens, criticando...
querem tanta coisa para serem mais felizes, e enquanto estão brigando, a vida escorrendo por entre os dedos...
 Ser feliz é tão simples...simples...simples...simples...

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Utopia ( Zé Vicente)

Quando o dia da paz renascer,
Quando o Sol da esperança brilhar,
eu vou cantar.

Quando o povo nas ruas sorrir,
e a roseira de novo florir,
eu vou cantar.

Quando as cercas cairem do chão,
Quando as mesas se encherem de pão,
eu vou cantar.

Quando os muros que cercam os jardins,
destruídos, então
os jasmins vão perfumar.

Vai ser tão bonito se ouvir a canção, cantada de novo,
No olhar da gente a certeza do irmão, reinado do povo (2x)

Quando as armas da destruição, destruídas em cada nação
eu vou sonhar,
e o decreto que encerra a opressão,
assinado só no coração vai triunfar

Quando a voz da verdade se ouvir
e a mentira não mais existir,
será enfim,
tempo novo de eterna justiça,
sem mais ódio, sem sangue ou cobiça
vai ser assim

Vai ser tão bonito se ouvir a canção, cantada de novo,
No olhar da gente a certeza do irmão, reinado do povo



Link: http://www.vagalume.com.br/ze-vicente/utopia.html#ixzz2n5v6dJw3

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013



















Rubem Alves

Rezemos:
Pai...  Mãe... de olhos mansos:
sei que estás invisível a todas as coisas.
Que o teu nome me seja doce,
a alegria do meu mundo.
Traze-nos as coisas boas em que tens prazer:
o jardim, as fontes, as crianças, o pão e o vinho, os gestos ternos,
as mãos desarmadas, os corpos abraçados...
Sei que desejas dar-me o meu desejo mais fundo,
desejo que esqueci...
Mas tu não esqueces nunca.
Realiza, pois o teu desejo para que eu possa rir.
Que o teu desejo se realize em nosso mundo, da mesma forma como ele pulsa em ti.
Concede-nos contentamento nas alegrias de hoje: o pão, a água, o sono...
Que sejamos livres da ansiedade.
Que nossos olhos sejam tão  mansos para com os outros como os teus o são para conosco.
Porque se formos ferozes não poderemos acolher a tua bondade.
E ajuda-nos para que não sejamos enganados pelos desejos maus
e livra-nos daquele que carrega a morte dentro dos próprios olhos.  Amém.  (R.Alves)

sábado, 30 de novembro de 2013

(Salmos 63:1-11)

(Salmos 63:1-11)

1 Ó DEUS, tu és o meu Deus, de madrugada te buscarei; a minha alma tem sede de ti; a minha carne te deseja muito em uma terra seca e cansada, onde não há água;

2 Para ver a tua força e a tua glória, como te vi no santuário.

3 Porque a tua benignidade é melhor do que a vida, os meus lábios te louvarão.

4 Assim eu te bendirei enquanto viver; em teu nome levantarei as minhas mãos.

5 A minha alma se fartará, como de tutano e de gordura; e a minha boca te louvará com alegres lábios,

6 Quando me lembrar de ti na minha cama, e meditar em ti nas vigílias da noite.

7 Porque tu tens sido o meu auxílio; então, à sombra das tuas asas me regozijarei.

8 A minha alma te segue de perto; a tua destra me sustenta.

9 Mas aqueles que procuram a minha alma para a destruir, irão para as profundezas da terra.

10 Cairão à espada; serão uma ração para as raposas.

11 Mas o rei se regozijará em Deus; qualquer que por ele jurar se gloriará; porque se taparão as bocas dos que falam a mentira.

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Denise Portes

Algo mudou dentro de mim, tão profunda e intensamente que eu mudei de cor. Meus olhos já não enxergam as mesmas coisas e meu coração não guarda mais os mesmos sentimentos. Não existe som ou palavras, apenas o silêncio, sem nenhuma explicação para os fatos, sem nenhum significado para os acontecimentos. Olho de longe, como um balão distante, a vida que escolhi, como se lá de cima eu decifrasse melhor o rumo a tomar. Nada de bom ou ruim, apenas outro ponto de vista.

Denise Portes

terça-feira, 26 de novembro de 2013

O Tempo e as Jabuticabas ( Rubem Alves)

Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para frente do que já vivi até agora. Tenho mais passado do que futuro.

Rubem Alves

Sinto-me como aquele menino que ganhou uma bacia de jabuticabas. As primeiras, ele chupou displicente mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço...

Já não tenho tempo para lidar com mediocridades. Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflados. Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.

Já não tenho tempo para conversas intermináveis. Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas que, apesar da idade cronológica, são imaturas.

Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário geral do coral. As pessoas não debatem conteúdos apenas os rótulos. Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos quero a essência, minha alma tem pressa.

Sem muitas jabuticabas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana; que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos, não se considera eleita antes da hora e não foge de sua mortalidade.

Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade. O essencial faz a vida valer a pena e para mim basta o essencial.

domingo, 24 de novembro de 2013

Sê. ( Pablo Neruda)



Se não puderes ser um pinheiro, no topo de uma colina,
Sê um arbusto no vale mas sê
O melhor arbusto à margem do regato.
Sê um ramo, se não puderes ser uma árvore.
Se não puderes ser um ramo, sê um pouco de relva
E dá alegria a algum caminho.

Se não puderes ser uma estrada,
Sê apenas uma senda,
Se não puderes ser o Sol, sê uma estrela.
Não é pelo tamanho que terás êxito ou fracasso...
Mas sê o melhor no que quer que seja.

sábado, 16 de novembro de 2013

Novo Ânimo




Senhor , dá-me novo ânimo, novo coração!
Me ensina tudo que for do seu agrado,
que seja feita vossa vontade em minha vida e não a minha.
Amém!

sábado, 26 de outubro de 2013

Demais!!! Mamães novas leiam isso!!!

Demais!!! Mamães novas leiam isso!!!

Querida mamãe,
Esta noite acordei estranhando o silêncio. Não havia barulho algum e pensei que o mundo tinha até acabado e você esquecido de mim. Coloquei a boca no trombone e você apareceu. Ainda bem. Fiquei tão feliz no calor do seu peito que acabei pegando no sono antes de mamar tudo o que precisava. Quando percebi que você ia me colocar no berço, chorei de novo. Mas não tente negar, você estava com pressa para ir dormir outra vez.
Você me deu de mamar novamente, assim, meio apressadinha e depois resolveu trocar a minha fralda. Estava tudo calmo, um silêncio, nós dois juntinhos, tão legal que eu perdi o sono. Você até que foi compreensiva, mas começou a bocejar um pouco e resolveu me fazer dormir. Eu não queria dormir. Talvez precisasse de mais dez minutos ou meia hora, mas você estava mesmo decidida a dormir. Foi ficando bem nervosa e até chamou o papai. Eu não queria o papai e todos fomos ficando muito irritados.
No final das contas, acordei a casa inteira cinco vezes. Pela manhã, nossa família estava com cara de quem saiu do baile. Acho que estraguei tudo. Imagina, você que chegou a dizer para o papai que eu estou com problema de sono. Eu não! Você é que vem me dar de mamar com pressa e daí eu sinto que você não quer ficar mais comigo.
Os adultos têm hora certa para tudo, mas eu ainda não entendi essas coisas de relógio e tarefas estafantes que vocês precisam fazer. Quando meu corpo está com o seu, quero ficar do seu lado sem me separar nunquinha. Do alto dos meus 3 meses, ainda não descobri direito que você é uma pessoa e eu sou outra. Um dia eu vou sair por aí, vou telefonar e posso deixá-la doida para saber o que anda fazendo e, então, você vai entender como me sinto agora. Mas não precisamos dessa guerra, mamãe.
Até lá, já podemos nos entender, inclusive através das palavras. Sinto a agústia da separação, pois acabei de passar por essa experiência. Você também, mas vive tudo isso como uma adulra consciente. Eu ainda estou vivendo no inconsciente. Eu não sei andam tudo é tão novo pra mim aqui fora. Mas eu tenho absoluta certeza de que vou aprender tudinho o que você me ensinar através dos seus sentimentos em relação a mim.
Mamãe, você quer um conselho de bebê? Quando eu chorar à noite, não salte logo para o meu quarto desesperada, como se o mundo fosse acabar.
Espere um pouco, respire profundamente, ouça o meu choro até que ele atinja o seu coração. Sinta seu tempo, realmente acorde e venha me pegar. Me abrace devagar, não acenda a luz, fale bem baixinho e me dê o seu peito para eu mamar. Depois que eu arrotar, mais um pouco só de paciência, pois, nós bebês, somos sensíveis aos sentimentos dos adultos. Se eu sentir que você está com pressa, sou capaz de armar o maior barraco, mas se você esperar até o meu segundo suspiro, quando meus olhos ficam bem fechados, minhas mãos e pernas bem molenguinhas, aí sim você pode me colocar no berço que eu não acordo antes de sentir fome outra vez. À medida que você desenvolver sua paciência, mamãe, eu estarei desenvolvendo minha tranquilidade e nós não teremos mais noites desagradáveis. Apenas noites de mamãe e bebê, que um dia passam, como tudo na vida.
Sempre seu, gu-gu dá-dá!
(Texto distribuído no Curso de Gestantes da Maternidade Nossa Senhora de Fátima, Curitiba, PR)
Texto de Claudia Rodrigues autora do livro "Mamães mais que Perfeitas"

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Nietzsche

"Saber evitar tudo aquilo que nos incomoda ou faz mal, não hesitando em usar o bom senso, a maturidade obtida com experiências passadas ou mesmo nossa sensibilidade para isso. (...) E saber ignorar, de forma mais fina e elegante possível, aqueles que dizem as coisas da boca para fora ou cujas palavras e caráter nunca valeram um milésimo do tempo que você perdeu ao escutá-las."

Nietzsche

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Retrato ( Cecília Meireles)



"Eu não tinha este rosto de hoje,
assim calmo, assim triste, assim magro,
nem estes olhos tão vazios, nem o lábio amargo.
Eu não tinha estas mãos sem força,
tão paradas e frias e mortas;
eu não tinha este coração que nem se mostra.
Eu não dei por esta mudança,
tão simples, tão certa, tão fácil:
Em que espelho ficou perdida a minha face?"
Cecília Meireles

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Meu Pai Carreiro Minha Mãe Guerreira.

Quando meu pai faleceu eu tinha somente seis meses de idade, e  doía em mim quando as outras meninas me falavam que eu não tinha pai.Pela falta da presença do pai, aprendi a chamar meu irmão mais velho de pai. Vindo da escola, uma menina ficou me falando: "Porque você chama o Domingos de pai?
Ele não é seu pai,seu pai já morreu."
Lembro que entrei em casa muito triste,contei para minha irmã Irene,que disse:
   "Larga de chorar por isso!Você tem pai, sim!Ninguém nasce se não tem o pai.Você tem pai sim,só que ele ficou doente, e morreu". Com estas palavras de minha irmã, me conformei.
Mas lembro de minha mãe contando Para nós, como foi o dia que meu pai morreu.
Foi em abril de 1965.Ele saiu ali pelas nove da manhã e comprou uns peixes e disse que era para o almoço, deixou em cima da mesa e pegou o carro de boi e foi carrear lá pelos lados das Três Porteiras.
Algum tempo depois os bois voltaram sozinhos,todos estranharam e foram ver o que tinha acontecido;
quando o encontraram já estava morto, ele tinha chagas, morreu de repente.
Quando vieram dar a noticia, ela disse que ficou transtornada e atirou para longe aqueles peixes que ele havia trazido para o almoço.Depois sua luta para nos criar.Sete filho vivos, eu com seis meses e Teresinha, uma das minhas irmãs mais velhas Tinha paralisia Infantil, tinha vinte anos e era como um bebê.
Minha mãe contava que vinha pessoas querendo me adotar, outras querendo levar minhas irmãs para São Paulo, para trabalhar para elas, e ela sempre respondia:"Meus filhos não são gatos para eu dar".
E ela sempre trabalhou muito para nos criar,ficou viúva com quarenta anos,e permaneceu assim até 2007 quando foi para os braços do Pai.Deixou muitas saudades, mas tudo que ela ensinou está tão presente em mim. Por Eni vasconcelos 02/10/2013

(Meu Pai é o homem que está lá atrás na foto)

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Silêncio de maria

Senhor, me ensina o Silêncio de Maria... Á confiar em ti sempre, mesmo quando não consigo compreender
a vida.

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Oração do Amanhecer.

Senhor, no silêncio deste dia que amanhece, venho pedir-te a paz, a sabedoria,a força.
Quero ver meus irmãos como tu mesmo os vê, e não ver senão o bem em cada um.
cerra meus ouvidos á toda calúnia, Guarda minha língua de toda maldade, Que só de bençãos se encha meu espírito, que eu seja tão bondoso e alegre que todos que se achegarem a mim,sintam a sua presença.

sábado, 24 de agosto de 2013

O que vai volta (Edison Roberto Mendes Livro Um Novo Amanhecer)

                                                   Cuidado com os teus atos.
                                                     Assim minha mãe dizia.
                                                   o mundo é uma bola;
                                                   Aqui é noite, lá é dia.
                                   

                                                 Não entendia estas palavras,
                                               Que no primário  é esclarecido.
                                                 Mas minha mãe  não estudou,
                                                  nem seus pais, já falecidos.
                                             


                                                  Mas o que tem a ver,
                                             os meus atos com o planeta?
                                             É como se comparar,
                                             a enxada com a caneta.
                                   

                                           Vive-se aprendendo;
                                            Aprendendo é que se vive.
                                          Foi na escola da vida,
                                         Que a resposta eu obtive.

                                         Não falava de um planeta;
                                         Falava de uma doutrina:
                                         Aquele que está embaixo;
                                        Amanhã estará por cima.

                                      Cuidado com os teus atos.
                                      É isso que ensino agora.
                                      Qualquer coisa que se faça;
                                       A resposta vem sem demora.              

Minha catequista.



              Dona Maria José, minha catequista, com quem aprendi muito.
Hoje no dia do catequista, minhas saudades.  Partiu para os braços do Pai,ano passado.

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Amor de Pai. Oração

Louvado seja Deus que me ama eternamente, com amor de Pai,que me supre toda necessidade de amor.
Que me ama apesar das minhas fraquezas e do meu ser tão pequeno diante do mundo. Sei que nada sou,mas sei do seu imenso amor que me faz sentir tão rica. Rica por seu amor.Eu quero te amar... Sempre...Te ver em tudo e em todos.(Eni Vasconcelos) 18-08-2013

sábado, 17 de agosto de 2013

Aninha e suas Pedras (Cora Coralina)


Aninha e suas pedras
Não te deixes destruir…
Ajuntando novas pedras
e construindo novos poemas.
Recria tua vida, sempre, sempre.
Remove pedras e planta roseiras e faz doces. Recomeça.
Faz de tua vida mesquinha
um poema.
E viverás no coração dos jovens
e na memória das gerações que hão de vir.
Esta fonte é para uso de todos os sedentos.
Toma a tua parte.
Vem a estas páginas
e não entraves seu uso
aos que têm sede.

Cuidando

'' ... O tempo é algo que não volta atrás.
Por isso plante seu jardim e decore sua alma,
Ao invés de esperar que alguém lhe traga flores ... ''
William Shakespeare

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

A Xícara e Píres(Minhas Lembranças)



              Quando criança, no dia das mães,eu sempre queria comprar um presente para minha mãe.
Mas como meu pai faleceu quando eu só tinha  seis meses, era difícil, onde eu iria arrumar o dinheiro para o presente?  Perto de minha casa tinha um armazém. Eu fui até lá e me encantei com uma xícara e um píres.
Na época,não me lembro ao certo, mas acho que o dinheiro era o cruzeiro.
Pedi minha mãe um cruzeiro, fui até o armazém e comprei a xícara e o pires, que para mim era a coisa mais linda do mundo, com aquela florzinha vermelha, minha cor preferida, vim feliz da vida com o embrulhinho na mão e entreguei para minha mãe.Ela pegou e falou que era linda demais e que tinha adorado o presente e que estava muito feliz,mostrava á todos que chegavam. Ai, sai para brincar , e minhas amigas falando o que iam dar de presentes para as mães delas, e perguntou como eu faria para comprar o presente, já que eu não tinha pai para me dar o dinheiro. Eu disse:
  Pedi dinheiro para minha mãe comprei o presente. Elas começaram a rir de mim.
        Olha, ela pediu dinheiro para a mãe  para comprar o presente.
Fiquei muito triste com isso e voltei para casa.Minha mãe percebeu que eu estava triste , quis saber o porquê.E contei o que as meninas tinham falado.Minha mãe olhou bem para mim e disse:
      Eni, você pediu o dinheiro, eu te dei, ele era seu, você podia ter comprado alguma coisa para você,
mas você quis me dar o presente, o que é que tem de mais nisso?Desde que eu te dei o dinheiro,ele é seu.Deixa de chorar por essa bobagem. E essa xícara ficou por muitos anos dentro de um armário de vidro
que tínhamos em nossa casa...(Por Eni Vasconcelos Dia quinze de agosto 2013)  

agradecimento

Senhor, não deixe que eu me afaste de ti , por maior que seja a ilusão material.
E obrigada pelas bençãos que todos os dias derrama em minha vida!
Te Amo...Te Amo...   (Eni Vasconcelos)

A Igrejinha de Santo Antônio


Tenho tantas histórias dessa igrejinha...
Era tão bom, quando eramos crianças  e brincávamos  perto da igrejinha de Santo Antonio.
Ás vezes entrávamos subia uma escadinha onde tem o sino. Gente, era mágico, os vidros ali eram coloridos, alguns vermelhos,outros amarelos,outros azuis, verdes, e a gente olhava a cidade através dos vidros coloridos, era lindo,ver a cidade do alto e em cada cor, o amarelo ficava tudo como ensolarado, o vermelho,o azul, o verde, cada cor e sua magia.
Me lembro ainda que minhas primas faziam catecismo lá.Tinha um senhor que era zelador na vila vicentina e que ensinava o "catecismo". Elas me chamaram e eu fui, nem sabia o que era o "catecismo,"rsrsrsrsrsr..
Entrei com elas na igrejinha e o senhor José falou para fazermos o em nome do Pai.
Eu me atrapalhei toda...  Ele me chamou atenção falando: Onde já se viu,não saber fazer o nome do Pai (Fiquei tão com vergonha rsrsrsr). A esposa desse senhor trabalhava  de cozinheira na Vila Vicentina.
A vila vicentina fica nos fundos da igrejinha, as pessoas  da Vila entram pela porta dos fundos da igrejinha.
Estávamos nós lá aprendendo o catecismo, quando dona Marta esposa do senhor José,entrou pelos fundos gritando por socorro, enquanto uma interna corria atrás dela.É que ela estava fritando bifes para o jantar e a interna tentou pegar um antes da hora de servir, ela bateu na mão da interna, que tinha transtornos psiquiátricos,que saiu correndo atrás dela.E a porta da frente estava fechada, tinha até um travessão,custamos abrir a porta, e quando abrimos descemos a escadaria, caindo uns por cima dos outros.
Quase perdendo o fôlego.Hoje escrevendo, estou rindo...

Se eu gosto de poesia?(Carlos Drummond de Andrade)

Se eu gosto de poesia?
Gosto de gente, bichos, plantas, lugares, chocolate, vinho, papos amenos, amizade, amor.
Acho que a poesia está contida nisso tudo.
                 

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Humildade ( Cora Coralina)



"Senhor, fazei com que eu aceite 
minha pobreza tal como sempre foi. 

Que não sinta o que não tenho. 
Não lamente o que podia ter 
e se perdeu por caminhos errados 
e nunca mais voltou. 

Dai, Senhor, que minha humildade 
seja como a chuva desejada 
caindo mansa, 
longa noite escura 
numa terra sedenta 
e num telhado velho. 

Que eu possa agradecer a Vós, 
minha cama estreita, 
minhas coisinhas pobres, 
minha casa de chão, 
pedras e tábuas remontadas. 
E ter sempre um feixe de lenha 
debaixo do meu fogão de taipa, 
e acender, eu mesma, 
o fogo alegre da minha casa 
na manhã de um novo dia que começa.”

Oração da semana da Família

Oh Deus,que na sagrada família nos deixastes um modelo perfeito de vida familiar vivida na fé e na obediência da vossa vontade, ajudai-nos a ser exemplo de fé e amor aos vossos mandamentos.
Socorrei-nos na nossa missão de transmitir a fé aos nossos filhos. Abri seus corações para que cresça
neles a semente da fé, que receberam no dia do seu batismo.Fortalecei a fé dos nossos jovens, para que cresçam no conhecimento de jesus. Aumentai o amor e a fidelidade em todos os casais,especialmente naqueles que passam por momentos de sofrimento ou dificuldade. Amparai os idosos, para que tenham perseverança, diante das provações da vida. unidos com José e Maria, pedimos-vos por Jesus Cristo vosso filho,Nosso Senhor.Amém!!!!!!!!!!!!

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Admiro.



Eu admiro as pessoas que…acordam de manhã com alegria no coração … têm a coragem de levantar depois das quedas… não precisam de elogios nem de aplausos… sabem falar por favor e pedir desculpas… não se envergonham de dizer eu te amo.

Eu admiro as pessoas que…têm coragem de persistir mesmo depois de receber um não… são sensíveis e se emocionam com a dor do próximo… sabem que um abraço vale mais do que mil palavras… compreendem que um exemplo vale mais do que mil conselhos… sabem sorrir para as crianças.

Eu admiro você que…tem a humildade para estudar e aprender… procura as respostas mesmo quando elas estão escondidas… sempre quer fazer o melhor… não desiste de lutar, apesar dos desafios… reconhece que não sabe tudo.

Eu admiro sua busca por fazer o que a sua alma pede. Eu admiro você que, com humildade e dedicação, faz a vida acontecer. Você é meu herói de verdade! Faça por merecer!       Roberto Shinyashiki            

domingo, 11 de agosto de 2013

O que há de errado com meu pai?

            Alguém já disse:"E importante gastar menos tempo com nossa aparência e mais tempo com o modo como nós vemos?Senão alguém deveria dizer.
                                         (Carmen Richardson Rutlen)


Eu estava no ensino fundamental antes de perceber que meu pai tinha um defeito de nascença.
Ele tinha lábio leporino e fenda palatina, mas para mim,continuava com a mesma aparência que tinha no dia em que nasci. Lembro-me de dar-lhe um beijo de boa noite certa vez, quando eu era pequena,e perguntar se meu nariz ficaria chato depois de um vida inteira dando beijos. Ele me assegurou que isso  não aconteceria,mas me recordo de um tremor em seus olhos.Tenho certeza de que ele estava assombrado por ter uma filha que o amava tanto, que pensava que seus beijos, não 33 cirurgias,haviam remodelado seu rosto.
     Meu pai sempre gentil,paciente,atencioso e amoroso. Ele nunca encontrou uma pessoa em quem não é   pudesse vislumbrar qualidades. Sabia o primeiro nome de serventes,secretárias e diretores. na verdade, acho que ele gostava mais dos serventes. Sempre perguntava sobre suas famílias, sobre quem eles achavam que iria ganhar o campeonato de futebol e sobre como andava a vida.Preocupava-se o suficiente para escutar suas respostas e lembrar-se delas.
     Papai nunca deixou que sua deformação comandasse sua vida.
Quando foi considerado muito feio para trabalhar com vendas,começou a fazer entregas de bicicleta e criou sua própria clientela. Quando o exército não permitiu que ele se alistasse, ele se ofereceu como voluntário.
Chegou até mesmo a convidar um Miss América para sair,uma vez.
_Se você não perguntar, nunca vai saber-disse-me mais tarde.
Raramente falava ao telefone,pois as pessoas tinham dificuldade  para entende-lo.  Quando o encontravam pessoalmente, com sua atitude positiva e sorriso fácil, pareciam não levar sua deficiência em consideração
Casou-se com uma mulher linda e tiveram sete crianças saudáveis que achavam,todas, que o sol e a lua nasciam em seu rosto.
Quando eu era uma "adolescente sofisticada",entretanto,mal tolerava estar no mesmo aposento com esse homem que, durante uma década, me aturou enquanto eu o observava fazendo a barba todas as manhãs.
Meus amigos eram chiques, andavam na moda e eram populares;meu pai era velho e ultrapassado.
  Numa noite eu cheguei com o carro cheio de amigos e paramos na minha casa para fazer um lanche de madrugada.Meu pai saiu do seu quarto e cumprimentou meus amigos,servindo refrigerantes e servindo pipoca. Um de meus amigos me puxou para o lado e me perguntou:
-Oque há da errado com seu pai?
De repente, olhei através da da cozinha e o vi pela primeira vez com olhos imparciais.Fiquei chocada.
Meu pai era um monstro! Fiz com que todos saíssem imediatamente e levei-os para casa. senti-me tão
idiota.com podia ter deixado de ver?
  Mais tarde, naquela noite, eu chorei, não porque percebi que meu pai era diferente, mas porque percebi
que pessoas fútil e patética eu estava me tornando. Ali estava a pessoa mais doce e carinhosa que você poderia imaginar e eu o havia julgado por sua aparência . Naquela noite eu aprendi que, quando você ama totalmente alguém e então a vê através dos olhos da ignorância, do medo ou do desprezo,começa a entender a profundidade do preconceito.Eu havia visto meu pai como os estranhos o viam, como alguém
diferente , deformado e anormal.Sem lembrar que ele era uma boa pessoa que amava sua esposa,seus filhos e seus semelhantes. Ele tinha alegrias e tristezas e já vivera uma vida inteira sendo julgado pelas pessoas por
sua aparência. Fiquei grata por te-lo conhecido primeiro,antes que as pessoas me mostrassem seus defeitos.
Papai já se foi. Empatia, compaixão e preocupação pelo próximo são o  legado que ele nos deixou.São os maiores presentes que os pais podem dar a um filho- a capacidade de amar os outros sem considerar sua posição social, raça , religião ou incapacidades físicas, mas o dom da perseverança positiva e do otimismo.
O sublime objetivo de ser tão amorosa em minha vida que receba beijos o bastante para que meu nariz fique chato.        (História tirada do livro:Histórias para aquecer o coração Carol Darnell)

dia dos Pais



                      Hoje é dia dos Pais!!!!Parabéns á todos os Pai que assumiram a paternidade,
Que são presentes na vida dos filhos, Vocês contribuiem para que o mundo seja melhor.
      

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Mário Quintana

...Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão...
...Que o amor existe, 
...que vale a pena se doar às amizades e às pessoas, 
...que a vida é bela sim, 
...e que eu sempre dei o melhor de mim... 
E que valeu a pena.
Mário Quintana

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Humildade na simplicidade

Eclesiástico Cap 10,Vs26 ao 31
Humildade na simplicidade-Não se consider sábio ao realizar o seu trabalho,e não se glorie no tempo da necessidade. é melhor uma pessoa que trabalha e tem tudo em abundância, do que alguém que se gloria e tem falta de alimento.Meu filho,conserve sua honra com modéstia, e saiba apreciar o justo valor que você tem.Quem dará razão àquele que prejudica a si mesmo? Quem estimará aquele que menospreza a si próprio? O pobre é honrado por seu saber, e o rico por suas riquezas. Quem é honrado na pobreza, mas ainda o será na riqueza.Quem é desprezado na riqueza mais ainda o será na pobreza.

quarta-feira, 31 de julho de 2013

O Reino dos Céus Evangelho (Mt 44-46)

"O Reino dos Céus é como um tesouro escondido no campo. Um homem o encontra e o mantém escondido. Cheio de alegria, ele vai,vende todos os seu bens e compra aquele campo.
O Reino dos Céus também é como um comprador que procura pérolas preciosas.
Quando encontra uma pérola de grande valor,ele vai,vende todos os seus bens e compra aquela pérola."

Quem descobre o Reino não o abadona jamais.Todos nós devemos nos deixar transformar por Deus.
Sentir que vale a pena deixar muitos falsos tesouros de lado para buscar este tesouro incalculável
que é o Reino dos Céus.Não é de um dia para o outro que nos transformamos,mas no dia-a-dia, nas pequenas coisas. Mudando nossas atitudes, sempre há o que ser melhor em nós, até o último suspiro.
Espero conseguir esse tesouro eterno...
E quero na minha despedida, que seja lido esse Evangelho...
Escrito por Eni Vasconcelos (31-08-2013)

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Gosto de gente...(Arthur da Távola)

Gosto de gente com a cabeça no lugar, de conteúdo interno, idealismo nos olhos e dois pés no chão da realidade.

Gosto de gente que ri, chora, se emociona com um simples e-mail, um telefonema, uma canção suave, um bom filme, um bom livro, um gesto de carinho, um abraço, um afago.

Gente que ama e curte saudade, gosta de amigos, cultiva flores, ama os animais.
Admira paisagens, poeira e chuva.

Gente que tem tempo para sorrir bondade, semear perdão, repartir ternuras, compartilhar vivências e dar espaço para as emoções dentro de si, emoções que fluem naturalmente de dentro de seu ser!

Gente que gosta de fazer as coisas que gosta, sem fugir de compromissos difíceis e inadiáveis,
por mais desgastantes que sejam.

Gente que colhe, orienta, se entende, aconselha, busca a verdade e quer sempreaprender, mesmo que seja de uma criança, de um pobre, de um analfabeto.

Gente de coração desarmado,
em ódio e preconceitos baratos.
Com muito AMOR dentro de si.

Gente que erra e reconhece, cai e se levanta,
apanha e assimila os golpes, tirando lições dos erros e fazendo redentoras suas lágrimas e sofrimentos.

Gosto muito de gente assim como VOCÊ
e desconfio que é deste tipo de gente que DEUS também gosta

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Minha Turma de Catequizando 2013


O Pequeno Pássaro

                       O  Pequeno Pássaro
Olha que lindo! Minha filha conseguiu filmar alguns minutos esse pássaro.

Deus na sua infinita sabedoria, nos mostra seu amor nessas pequeninas  e singelas  criaturinhas. Como é linda a natureza, e é graça, e é de graça, mas graças das graças é ter olhos para contemplar as maravilhas de Deus. Tudo é graça de Deus.  

Aquecendo o Coração: Recados aos Pais dos catequizandos

Aquecendo o Coração: Recados aos Pais dos catequizandos

terça-feira, 23 de julho de 2013

Salmo 138/139 Adaptação de Eduardo machado

"Senhor, meu Deus, me conheces como ninguém.
Olhas o meu coração e sabes tudo o que se passa nele.
De longe penetrais no meu pensamento.
Quando caminho,quando paro,se sento ou se levanto...
Estás sempre ao meu lado.
Não sou, de forma nenhuma, um estranho para ti.
Antes que eu diga qualquer coisa já conheces o meu pensamento.
Estou envolvido por ti como se estivesse na palma da tua mão
Não consigo compreender este maravilhoso mistério.
Mas como ignorar a tua presença?
Se eu subir aos céus, lá te encontrarei
Se mergulhar no abismo mais profundo,também ´lá estás.
Se eu conseguisse voar nas asas da aurora e atravessasse o horizonte mais longínquo, a tua mão estaria ao meu lado, amiga e companheira...
Se me perdesse na escuridão, se a luz se transformasse em trevas à minha volta, teu olhar me encontraria, pois, para ti, a noite é clara como o dia.
No silêncio do ventre de minha mãe, tu me teceste,célula por célula.
 Como tudo à minha volta, sou fruto do seu amor.
Eu te agradeço tanta ternura e tanto carinho.
Só uma coisa preciso pedir,Senhor:
Olha o fundo do meu coração.
Experimenta os meus sentimentos.
 Toca a minha alma.
Vê se há algum sinal de egoismo em minha vida.
Toma-me em tuas mãos com doçura e mostra-me o caminho do teu amor,pela vida afora,através do cotidiano até a eternidade.

Amém!           Adaptação livre (Eduardo Machado)


segunda-feira, 22 de julho de 2013

Frases Diversas

Se você não quer ser esquecido quando morrer,escreva coisas que vale a pena ler ou faça coisas que
vale a pena escrever.(Benjamin Franklin)

O Ato de educar é o prolongamento do ato de gerar (João Paulo II )

A verdadeira educação consiste em por a descoberto o melhor de uma pessoa. Nisto é preciso a arte de educar, a mais difícil e mais bela de todas.( Gandhi)

Só existem dois dias no ano que nada pode ser feito. Um se chama ontem e o outro se chama amanhã, portanto hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver. (Dalai Lama)

Dê a quem você ama: asas para voar, raízes para voltar e motivos para ficar.
( Dalai Lama)

Aprimorar a paciência requer alguém que nos faça mal e nos permita praticar a tolerância.( Dalai lama)

A alegria está na luta, na tentativa, no sofrimento envolvido e não na vitoria propriamente dita (Gandhi)

sábado, 20 de julho de 2013

Nem tempo,nem dinheiro

Ainda bem que tem os contadores, porque não tenho tempo para isso, não tenho tempo, nem dinheiro, mas se tivesse o dinheiro,não teria tempo.
Meu tempo está contado para tudo e todos que me são caros...(Eni vasconcelos)20-07-2013

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Aquecendo o Coração: Mãe e computador ( Eni Vasconcelos)

Aquecendo o Coração: Mãe e computador ( Eni Vasconcelos)

Aquecendo o Coração: O Pão

Aquecendo o Coração: O Pão

Aquecendo o Coração: O Pão

Aquecendo o Coração: O Pão

Aquecendo o Coração: Oração

Aquecendo o Coração: Oração

Aquecendo o Coração: Acreditar e Agir

Aquecendo o Coração: Acreditar e Agir

Aquecendo o Coração: (Cora Coralina) Decidir

Aquecendo o Coração: (Cora Coralina) Decidir

Aquecendo o Coração: Senhor, eu te amo.

Aquecendo o Coração: Senhor, eu te amo.

Aquecendo o Coração

Aquecendo o Coração

Aquecendo o Coração: Poema do Menino Jesus (Fernando Pessoa)

Aquecendo o Coração: Poema do Menino Jesus (Fernando Pessoa)

Poema do Menino Jesus (Fernando Pessoa)

Poema do Menino Jesus

Num meio-dia de fim de Primavera
Tive um sonho como uma fotografia.
Vi Jesus Cristo descer à terra.
Veio pela encosta de um monte
Tornado outra vez menino,
A correr e a rolar-se pela erva
E a arrancar flores para as deitar fora
E a rir de modo a ouvir-se de longe.

Tinha fugido do céu.
Era nosso demais para fingir
De segunda pessoa da Trindade.
(...)

Um dia que Deus estava a dormir
E o Espírito Santo andava a voar,
Ele foi à caixa dos milagres e roubou três.
Com o primeiro fez que ninguém soubesse que ele tinha fugido.
Com o segundo criou-se eternamente humano e menino.
Com o terceiro criou um Cristo eternamente na cruz
E deixou-o pregado na cruz que há no céu
E serve de modelo às outras.
Depois fugiu para o Sol
E desceu no primeiro raio que apanhou.
Hoje vive na minha aldeia comigo.
É uma criança bonita de riso e natural.
Limpa o nariz ao braço direito,
Chapinha nas poças de água,
Colhe as flores e gosta delas e esquece-as.
Atira pedras aos burros,
Rouba a fruta dos pomares
E foge a chorar e a gritar dos cães.
E, porque sabe que elas não gostam
E que toda a gente acha graça,
Corre atrás das raparigas
Que vão em ranchos pelas estradas
Com as bilhas às cabeças
E levanta-lhes as saias.

A mim ensinou-me tudo.
Ensinou-me a olhar para as coisas.
Aponta-me todas as coisas que há nas flores.
Mostra-me como as pedras são engraçadas
Quando a gente as tem na mão
E olha devagar para elas.

(...)

Ele mora comigo na minha casa a meio do outeiro.
Ele é a Eterna Criança, o deus que faltava.
Ele é o humano que é natural.
Ele é o divino que sorri e que brinca.
E por isso é que eu sei com toda a certeza
Que ele é o Menino Jesus verdadeiro.

(...)

A Criança Nova que habita onde vivo
Dá-me uma mão a mim
E outra a tudo que existe
E assim vamos os três pelo caminho que houver,
Saltando e cantando e rindo
E gozando o nosso segredo comum
Que é saber por toda a parte
Que não há mistério no mundo
E que tudo vale a pena.

A Criança Eterna acompanha-me sempre.
A direcção do meu olhar é o seu dedo apontado.
O meu ouvido atento alegremente a todos os sons
São as cócegas que ele me faz, brincando, nas orelhas.

Damo-nos tão bem um com o outro
Na companhia de tudo
Que nunca pensamos um no outro,
Mas vivemos juntos e dois
Com um acordo íntimo
Como a mão direita e a esquerda.

Ao anoitecer brincamos as cinco pedrinhas
No degrau da porta de casa,
Graves como convém a um deus e a um poeta,
E como se cada pedra
Fosse todo o universo
E fosse por isso um grande perigo para ela
Deixá-la cair no chão.

Depois eu conto-lhe histórias das coisas só dos homens
E ele sorri porque tudo é incrível.
Ri dos reis e dos que não são reis,
E tem pena de ouvir falar das guerras,
E dos comércios, e dos navios
Que ficam fumo no ar dos altos mares.
Porque ele sabe que tudo isso falta àquela verdade
Que uma flor tem ao florescer
E que anda com a luz do Sol
A variar os montes e os vales
E a fazer doer aos olhos dos muros caiados.

Depois ele adormece e eu deito-o.
Levo-o ao colo para dentro de casa
E deito-o, despindo-o lentamente
E como seguindo um ritual muito limpo
E todo materno até ele estar nu.

Ele dorme dentro da minha alma
E às vezes acorda de noite
E brinca com os meus sonhos.
Vira uns de pernas para o ar,
Põe uns em cima dos outros
E bate palmas sozinho
Sorrindo para o meu sono.

Quando eu morrer, filhinho,
Seja eu a criança, o mais pequeno.
Pega-me tu ao colo
E leva-me para dentro da tua casa.
Despe o meu ser cansado e humano
E deita-me na tua cama.
E conta-me histórias, caso eu acorde,
Para eu tornar a adormecer.
E dá-me sonhos teus para eu brincar
Até que nasça qualquer dia
Que tu sabes qual é.

Esta é a história do meu Menino Jesus.
Por que razão que se perceba
Não há-de ser ela mais verdadeira
Que tudo quanto os filósofos pensam
E tudo quanto as religiões ensinam ?
Fernando Pessoa (Alberto Caeiro)

Fotografias...

Perdi o sono, apesar de tão cansada, não consigo dormir, olho as fotografias de meus filhos sorrindo para
mim. A linda mágica da fotografia, onde congelamos tantos momento bons, felizes.
E muito lindo tudo isso, pena que não podemos congelar o tempo, e ele passa e os filhos crescem e embora a gente faça tudo para não acreditar que estamos envelhecemos, o pior é que estamos.
Até as fotografias já estão amareladas com o tempo...

Escrito em 2011 por( Eni vasconcelos)

O Pão




O pão que sacia minha fome, nesta fria manhã de julho, não foi feito por mim, nem surgiu em minha mesa por milagre, vejo-o crocante e quentinho que a manteiga dourada derrete. Este pão veio da padaria da esquina e tão pouco o fez o seu Emanuel dono da padaria. Este pão era trigo e veio de algum trigal, lá de um lugar distante, onde pessoas trabalham de sol á sol, plantam e colhem o trigo com o seu suor, que depois é triturado, faz-se a farinha, que depois é transformado em pão.Este pão que me alimenta, nesta fria manhã de julho.(Eni vasconelosvasconcelos) 19-07-2013

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Coisas que minha mãe falava

"Por fora bela viola, por dentro pão bolorento"
Ando pensando nisso esses dias.
Olhando tudo tão bonito por fora, tudo enfeitado demais, e por dentro de tudo?
Como estará?Cuidamos do nosso coração?
Nosso coração também precisa ser bonito,cheio de sentimentos bons.
Cuidado para não sermos como os Túmulos,Caiados por fora e dentro só podridão.
Que o nosso falar não seja só de palavras bonitas,mas vazias de sentimento.
Que não seja só palav
ras...(Eni vasconceos)13-07-2013

Dai graças.

Hoje é tempo de louvar á Deus! Sempre e em todo lugar  dai graças.Viva um dia de cada vez.Seja feliz com o que você tem, não não queira ter mais do que pode ter,alegra-te com a felicidade do seu irmão.

Fazendo.

Não adianta saber, e nada fazer,mais vale fazer sem nada saber! (Eni vasconcelos)22-05-2013

Senhor, eu te amo.(Eni vasconcelos)

Senhor,eu te amo, quero estar sempre contigo,medito sua lei noite e dia, me ajuda a ser fiel sempre, manter sempre minha cabeça erguida, ter a felicidade de andar em suas veredas.
Chamar á andar comigo o maior número de pessoas,mostrar o quanto é feliz quem anda contigo. Apesar das pedras no caminho.Senhor, não me deixe sucumbir aos problemas,mas que eu consiga resolve-los da melhor maneira possível.Em nome de Jesus Cristo é que lhe peço. Eu quero servir somente á ti Senhor!
Que tudo que eu faça seja sempre para honra e glória do Senhor Jesus Cristo que vive e reina para sempre!
Louvado seja Deus para sempre...

Viver é melhor que sonhar

"Viver é melhor que sonhar...",Mil vezes, trilhões de vezes melhor. Sentir o sol aquecendo nosso corpo,
ver o sol surgindo entre nuvens, clareando toda a cidade.Ouvir o barulho das crianças brincando, o som dos pássaros...Conseguir sentir o amor de Deus em tudo isso,
Viver não é só estar vivo,mas participar da vida com alegria nos pequenos gestos que fazem toda diferença.
Afinal, estamos vivos!!!!!!!!!! "Ou não." (Eni vasconcelos)17-07-2013

sábado, 6 de julho de 2013

Mãe e computador ( Eni Vasconcelos)

Estou pensando: Que mãe e computador é a mesma coisa, a medida que o tempo passa vão ficando obsoletos. (Eni vasconcelos) É o que eu estou pensando, hoje face...
Para computadores temos ótimos substitutos, mas e para mãe? será que já criaram alguma coisa que possa substituir?

(Cora Coralina) Decidir

"Mesmo quando tudo parece desabar, cabe a mim decidir entre rir ou chorar, ir ou ficar, desistir ou lutar; porque descobri, no caminho incerto da vida, que o mais importante é o decidir."

(Cora Coralina)

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Poesia Liberdade ( Fernando Pessoa)

Liberdade
Ai que prazer
Não cumprir um dever,
Ter um livro pra ler
E não o fazer!
Ler é maçada,
Estudar é nada.
O sol doira
Sem literatura.
O rio corre, bem ou mal,
Sem edição original.
E a brisa, essa,
De tão naturalmente matinal,
Como tem tempo não tem pressa…
Livros são papéis pintados com tinta.
Estudar é uma coisa em que está indistinta
A distinção entre nada e coisa nenhuma.
Quanto é melhor, quando há bruma,
Esperar por D. Sebastião,
Quer venha quer não!
Grande é a poesia, a bondade e as danças…
Mas o melhor do mundo são as crianças,
Flores, música, o luar e o sol, que peca
Só quando, em vez de criar, seca.
O mais do que isto
É Jesus Cristo,
Que não sabia nada de finanças
Nem consta que tivesse biblioteca.

Poesia Ensinamento( Adélia Prado)

Ensinamento
Minha mãe achava estudo
a coisa mais fina do mundo.
Não é.
A coisa mais fina do mundo é o sentimento.
Aquele dia de noite, o pai fazendo serão,
ela falou comigo:
“Coitado, até essa hora no serviço pesado”.
Arrumou pão e café , deixou tacho no fogo com água quente.
Não me falou em amor.
Essa palavra de luxo.